TRABALHO SOCIAL

por , 16 de abril de 2009

As estatísticas  oficiais  afirmam o Brasil como a segunda maior nação de povos de matriz africana do planeta.

Itaquera é o bairro que tem o maior número de negros da Zona Leste, apresenta vulnerabilidade social e, portanto, ter um grande potencial para o desenvolvimento de um trabalho de valorização da cultura afro-descendente brasileira .

No entanto, há muito preconceito referente a essa cultura, principalmente em relação à cultura afro-descendente tradicional.

Diante deste quadro, um dos nossos principais focos é o trabalho junto aos professores e alunos de escolas públicas da região de Itaquera, promovendo, inclusive o intercâmbio cultural com outros grupos locais no ambiente escolar.

Não temos verificado um trabalho semelhante ao que realizamos nessa região. As pessoas que tem afinidade com o maracatu e outras manifestações da cultura brasileira muitas vezes têm que se locomover para longe a fim de ter esse conhecimento.
Somos conscientes de que o nosso trabalho tem muito a contribuir para a promoção da tolerância e a valorização da cultura afro-descendente tradicional brasileira e os resultados nos tem motivado bastante.

A ampliação de nosso trabalho beneficia a muitos, promovendo o conhecimento, a cultura, a tolerância, a alegria, a auto-estima e inclusive conhecimento em construção de instrumentos – fornecendo um meio alternativo de autonomia financeira (principalmente aos jovens que cotidianamente são vistos no ócio).

Nosso trabalho representa um movimento de preservação e continuidade da matriz cultural africana em Itaquera.

Entendemos nossa atuação como uma necessidade de viver e sobreviver dentro de um mundo que se orgulha de sua herança cultural.

 

.

Deixe um Comentário

RSS Assine nosso RSS | Tema Panorama por Themocracy